Após mudanças na fiscalização, Aeroporto de Congonhas tem filas

0

Passageiros passam por procedimentos de inspeção mais rigorosos.
Filas chegaram até o saguão do aeroporto; há demora no embarque.

Passageiros do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, enfrentaram longas filas na manhã desta segunda-feira (18) após mudanças que tornaram as inspeções mais rigorosas em todos os aeroportos brasileiros. Por volta das 8h15, a fila para passar a bagagem no raio-x chegava ao saguão do aeroporto, próximo à escada rolante.

Um passageiro disse ao Bom Dia São Paulo que perdeu o voo mesmo chegando uma hora e meia antes do embarque. Até as 10h, dos 73 voos previstos, onze registraram atrasos e um foi cancelado. A Anac recomenda que o passageiro chegue ao menos uma hora e meia antes do voo.

“É uma falta de respeito. Não dão informações”, disse um passageiro a GloboNews. “Criaram uma norma que não tem condições de cumprir”, afirmou outro passageiro.

As medidas adotadas para voos internacionais passam a valer para nacionais, como passagem pelo raio – x e vistoria aleatória de passageiros. Com isso, as filas para passar nas esteiras estão grandes nesta manhã.

Segundo a Infraero, o passageiro que tiver problemas ou tiver perdido o voo deve primeiro procurar a companhia aérea para só depois procurar a própria Infraero.

No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, há registros de filas maiores do que a média, mas segundo a empresa que administra o aeroporto, não houve reclamações formais. Dos 144 voos domésticos programados até as 10h, 15 registraram atrasos e dois foram cancelados.Dos 75 voos internacionais previstos, sete atrasaram e dois foram cancelados.

Movimentação intensa e filas de passageiros enche saguão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou procedimentos mais rigorosos de inspeção dos passageiros e de bagagens (Foto: Marco Ambrosio/Framephoto/Estadão Conteúdo)
Movimentação intensa e filas de passageiros enche saguão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou procedimentos mais rigorosos de inspeção dos passageiros e de bagagens (Foto: Marco Ambrosio/Framephoto/Estadão Conteúdo)

Movimentação intensa e filas de passageiros enche saguão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou procedimentos mais rigorosos de inspeção dos passageiros e de bagagens (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Movimentação intensa e filas de passageiros enche saguão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou procedimentos mais rigorosos de inspeção dos passageiros e de bagagens (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Quais foram as medidas anunciadas pela Anac?

– Revista física: todos os passageiros estão sujeitos a passar por uma revista física, feita por um agente do mesmo sexo. Isso pode ser feito de forma aleatória, ou seja, mesmo que não tenha sido disparado o alarme do equipamento de raios X. De acordo com a Anac, a revista poderá ocorrer em local público ou reservado, a critério do passageiro e do agentes, e com presença de testemunha.

– Notebook: Os passageiros terão que tirar computadores portáteis e outros dispositivos eletrônicos de dentro das malas e mochilas. Antes, segundo a Anac, a medida só era obrigatória para os voos internacionais.

– Abertura de bagagem
Os passageiros também podem ter de abrir as bagagens de mão para que os agentes façam a inspeção dos objetos. Isso pode ser solicitado no momento da passagem pelo equipamento de raios X.

As filas ficarão mais longas?
A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que representa Avianca, Azul, Gol e Latam, informou que os operadores aeroportuários preveem que a mudança aumentará o tempo de chegada às salas de embarque.

A Anac informou que serão tomadas medidas para evitar possíveis filas, mas não detalhou os procedimentos previstos. “Os operadores aeroportuários estão cientes dos novos procedimentos de segurança e adotarão as medidas necessárias para agilizar o processamento dos passageiros.”

Que horas o passageiros deve chegar ao aeroporto?
As empresas aéreas orientam os passageiros dos voos nacionais a se apresentarem para o check-in com antecedência de pelo menos 1h30 antes do horário de saída do voo.

Crianças também podem ser revistadas?
Crianças também podem ser submetidas à revista física. A Anac não informou a idade mínima por “questões de segurança”.

O que pode acontecer com quem se negar a passar pela revista?
Se o passageiro se negar a passar pelos procedimentos de inspeção, ele não poderá acessar a área de embarque do aeroporto.

As medidas valem para todos os aeroportos?
A mudança vale para voos nacionais e internacionais em todos os aeroportos brasileiros.
As medidas estarão em vigor exclusivamente para a Olimpíada?
Não. A inspeção mais rigorosa tem prazo para acabar. A Anac afirma que a medida, que começará dias antes da Olimpíada, não tem ligação com os jogos ou com outro fator externo.

Fonte: G1

Compartilhe

Sobre o Autor

Vereador Atílio Francisco

Vereador do Partido Republicano do Brasil (PRB) na Câmara Municipal. · Autor de diversos projetos transformados em leis municipais e um dos vereadores mais atuantes da Casa.

deixe aqui o seu comentário

Visit Us On TwitterVisit Us On Facebook