Edifício Matarazzo abre as portas à população e recebe mais de 2 mil visitantes

2

Prédio histórico em que funciona a sede da Prefeitura de São Paulo recebe visitações guiadas gratuitas. Interessados devem fazer agendamento antecipadamente

 

Após permanecer anos com suas portas fechadas para moradores e turistas, a Prefeitura de São Paulo abriu sua sede para receber visitações guiadas gratuitas, liberando o acesso a mais um patrimônio histórico na região central da cidade. Os roteiros começaram em setembro de 2015 em fase de testes e foi definitivamente aberto à população em novembro. Até fevereiro deste ano, o local recebeu a visita 2.285 pessoas.

A abertura de sua sede vai de encontro às políticas de ocupação do espaço público implementadas pela administração municipal e tem como objetivo aproximar a população e os turistas da história da cidade.

“Muitas vezes viajamos para fora do país e pagamos caro para conhecer lugares, sem ver tantas belezas que temos no lugar onde nascemos, sem conhecer a nossa história. Sempre passei aqui em frente, no ônibus, e ficava imaginando este jardim. Realizei um sonho hoje”, disse a paulistana Vera Lúcia, enquanto conhecia o prédio.

Como visitar?
Para fazer o tour, os interessados devem fazer o agendamento antecipadamente pelo e-mail visitaedificiomatarazzo@spturis.com até às 14h do dia anterior. As visitas têm duração prevista de uma hora, com grupos de até dez pessoas e são acompanhadas por um funcionário da SPTuris, que conta histórias e curiosidades sobre o edifício.

As visitas acontecem de segunda a quinta-feira (10h, 12h e 15h), às sextas-feiras (15h, 17h e 19h) e aos sábados (às 10h e 14h), com grupos de até dez pessoas.

Roteiros
O passeio se inicia em frente ao edifício, ao lado da van de informações turísticas da SPTuris, no próprio Viaduto do Chá, onde os visitantes recebem informações sobre a história do edifício e sua arquitetura. Em seguida, o grupo é levado ao hall de entrada, onde fica um enorme mapa do Brasil, do ano de 1939.


No segundo andar, eles assistem a um vídeo sobre a história do prédio e da família Matarazzo. Por fim, a visita é encerrada no jardim, localizado na cobertura do prédio, onde há 3 mirantes e mais de 400 espécies vegetais de todas as partes do mundo.

Dos mirantes, é possível ver alguns pontos turísticos bem conhecidos em São Paulo, como o Edifício Copan, o Edifício Altino Arante (Banespa) e o Theatro Municipal.

Aos sábados, a visita passa também pelo quinto andar, onde está localizado o Gabinete do Prefeito, que reúne objetos e obras de arte, como tela da artista Tomie Ohtake e um quadro de Clodomiro Amazonas.

História
Localizado no Vale do Anhangabaú junto ao Viaduto do Chá, centro de São Paulo, o Edifício Matarazzo é um dos cartões-postais da cidade e sede administrativa da Prefeitura Municipal desde 2004.

O prédio possui um estilo que lembra construções italianas da década de 30 e foi projetado por Severo e Vilares, com revisão do arquiteto italiano Marcello Piacentini. A construção foi entregue ao proprietário,Francisco Matarazzo Júnior, e funcionou como sede das indústrias da família até 1972, quando foi vendido ao Grupo Audi.

O edifício, conhecido também como “Banespinhapor ter sido uma das sedes do Banco do Estado de São Paulo até 2003 ou Palácio do Anhangabaú, foi cedido à Prefeitura depois de uma renegociação da dívida da Companhia Municipal de Transportes Coletivos, em 2004, quando passou a abrigar a sede da administração municipal.

Orientações para a visita
- A visitação tem duração prevista de uma hora;
– É permitido fotografar os ambientes visitados sem o uso de flash;
– Não é permitido fumar, comer ou beber nas dependências do edifício;
– Evitar carregar bolsas, sacolas e mochilas durante a visitação. Preferencialmente portar o mínimo possível de objetos pessoais;
– A entrada de animais não é permitida, somente cães-guias que estejam acompanhando pessoas com deficiências visuais;
– A visita poderá ser cancelada ou suprimida em partes a qualquer momento, por motivo de força maior ou caso as regras de visitação não estejam sendo cumpridas;
– Não será permitido inserir-se no grupo de visita após ela ser iniciada;
– Não será permitido abandonar a visita antes que esteja finalizada;
– Em caso de chuva e/ou manifestação pública, a visita poderá ser cancelada.

Serviço
Edifício Matarazzo
Endereço: Viaduto do Chá, 15 – Anhangabaú – Centro
Agendamento: visitaedificiomatarazzo@spturis.com
Funcionamento: Segunda a quinta-feira: 10h, 12h e 15h
Sextas-feiras: 15h, 17h e 19h
Sábados: 10h e 14h

 

FOTOS
Crédito: César Ogata/SECOM

Fonte: Prefeitura

Compartilhe

Sobre o Autor

Vereador Atílio Francisco

Vereador do Partido Republicano do Brasil (PRB) na Câmara Municipal. · Autor de diversos projetos transformados em leis municipais e um dos vereadores mais atuantes da Casa.

2 Comentários

  1. Update:French revisionist historian Robert Faurisson is to face trial on charges of attending an anti-Holocaust conference in Iran. … The French Holocaust revisionist was convicted of ‘Holocaust denial’ by a Paris court in July 2006 over remarks he made on Iranian television.Guess what? Freedom of speech means freedom for Faurisson too. He’s just as odius as Irving, but the best way to demonstrate that is by debunking him, and not by seeking to silence him (as by his ideas, or by putting him on trial for making comments on Iranian television or for attending a conference in Teheran).

  2. hola quiero certificarme en farmacia tengo conocimientos en medicamentos e trabajado en farmacia ,5 años como tambien les comento hice un curso en el sena de farmacia en cartagena y faltando 15 dias me toco dejarlo por mitivos de trabajo y en aquel entonces vivia en cali en el año 89.la cual les dejo la inquiectud si podeis ayudarmetelefono 4408xxx o celular 3175660xxxagradezco la atencion prestadaatt:oscar cortes

deixe aqui o seu comentário

Visit Us On TwitterVisit Us On Facebook